Ano 2013 - Número 11 - page 2

O
ano de 2013 está
quase terminando
e é um bom mo-
mento para fazer-
mos um balanço do nosso
trabalho à frente da SBCJ.
Como tem sido nos últimos
tempos, no primeiro ano de
gestão o foco são as Jorna-
das Regionais e no segundo,
o Congresso Brasileiro de
Cirurgia do Joelho. As seis
jornadas de 2013 mais uma
vez reafirmaram sua impor-
tância para a educação con-
tinuada em cirurgia do joe-
lho e nos revelaram grandes
e agradáveis surpresas, tanto
de novos palestrantes, como
de coordenadores comprometidos com o suces-
so dos encontros e da excelente participação dos
ortopedistas de todos os
estados brasileiros.
Oencerramentodas Jor-
nadas Regionais foi muito
gratificante, pois também
marcou a comemoração
dos 30 anos da SBCJ, opor-
tunidade emque pudemos
homenagear os ex-presi-
dentes que tanto contribu-
íram para o crescimento da
cirurgia do joelho no Brasil
e pela consolidação da nos-
sa Sociedade.
Encerradas as jornadas,
nossa atenção se volta ex-
clusivamente à organiza-
ção do Congresso Brasileiro
de Cirurgia do Joelho, que
já vem sendo planejado e discutido desde o iní-
cio do ano. Como já divulgamos anteriormente,
a 15ª edição do CBCJ acontecerá no Centro Cul-
tural e de Exposições Ruth Cardoso - Centro de
Convenções de Maceió, de 10 a 12 de abril de
2014.
OCBCJ terá como presidente o colega Idemar
Monteiro da Palma que, juntamente com a dire-
toria da SBCJ, está empenhado no sucesso do
evento.Temos alguns palestrantes internacionais
renomados confirmados e estamos elaborando
com todo carinho e cuidado a grade científica
para oferecermos um programa abrangente dos
principais temas da nossa especialidade.
Para finalizar, quero destacar o calendário da
prova de admissão de novos sócios, que será nos
dias 8 e 9 de abril de 2014. Os ortopedistas ap-
tos a prestarem o exame precisam estar inscritos
no Congresso. Esperamos a participação de 300
candidatos, número que reafirma a grande im-
portância da cirurgia do joelho no Brasil.
Abraço a todos
Hugo Cobra
expediente
JOELHO é uma publicação trimestral da
Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho
(SBCJ), distribuída gratuitamente aos sócios. Os
conceitos emitidos são de responsabilidade dos
autores e não representam necessariamente
a opinião da entidade. Coordenação editorial:
Dr. José F. Nunes. Jornalista responsável: Ilone
Vilas Boas – MTB 24.216. Textos, diagramação
e edição: Ponto da Notícia Assessoria de
Comunicação. Sugestões e comentários:
.
Tiragem: 8.500 exemplares.
diretoria da sbcj:
Dr. Hugo Alexandre de A. Barros Cobra
Presidente da SBCJ
Diretoria
Dr. Marcus Vinicius Malheiros Luzo
Vice-Presidente
Dr. Wagner Guimarães Lemos
1
o
Secretário
Dr. André Kuhn
2
o
Secretário
Dr. José Ricardo Pécora
1
o
Tesoureiro
Dr. Sérgio Marinho de Gusmão Canuto
2
o
Tesoureiro
Dr. José Francisco Nunes
Diretor Científico
Dr. Victor Marques de Oliveira
Vogal
2
palavra do presidente
Muito trabalho e grandes surpresas
Dr. Hugo Cobra, Presidente da SBCJ
editorial
C
aro “Joelhista”,
Este ano comemoramos os 30 anos
da Sociedade Brasileira de Cirurgia
do Joelho. Partindo de uma ideia simples
e despretensiosa (Clube do Joelho), que se
iniciou no consultório do Prof. Marco Amatuzzi,
hoje temos uma sede própria, atingimos a
marca de 1.123membros, oito regionais, uma
diretoria eleita democraticamente a cada dois
anos e composta por oito diretores, seis cursos
regionais realizados anualmente, ummega
congresso nacional realizado a cada dois
anos, alémde projeção internacional por meio
de intercâmbios científicos frequentes com
serviços de cirurgia do joelho da América do
Norte e Europa.
Tudo isso se deve à dedicação e abnegação
das diferentes diretorias que, coesas, sempre
trabalharamvisando o grupo (SBCJ) e nunca
os interesses particulares
de seusmembros. Oque
percebemos hoje é o
nascimento de vários “clubes
do joelho” pelo país afora,
todosmoldados e inspirados
naquele pequeno clube de
30 anos atrás. Nós, da atual
diretoria, nos sentimos felizes
por isso, pois uma de nossas
metas quando assumimos
a atual gestão era
exatamente estimular este
tipo de reunião científica,
sempre comandada por um
membromais experiente da SBCJ e, quando
possível, tendo a participação de umdos
diretores atuais. Isto hoje já é uma realidade
indiscutível!
Uma sociedade científica
forte e atuante se apóia em
três pilares: democracia na
escolha de seus diretores,
despojamento de vaidades
pessoais e, principalmente,
amizade entre seusmembros.
Isso nós temos de sobra!
Atuando há seis anos nos
diferentes cargos para aos
quais honrosamente fui eleito,
comdiferentes colegas, de
diferentes formações científicas
e pessoais, posso afirmar sem
medo de errar que estes 30
anos de SBCJ hão de se eternizar para sempre
emnossomeio.
Parabéns SBCJ pela sua eternidade!
José F. Nunes
Dr. José F. Nunes - Diretor Científico
1 3,4,5,6,7,8
Powered by FlippingBook